Tag: ágil

RD – do ponto A ao B

“Nos tempos antes de Cristo, havia uma ave estúpida chamada Fênix que, a cada cem anos, construía uma pira e se consumia em suas chamas. Deve ter sido prima-irmã do homem. Mas, toda vez que se queimava, ressurgia das cinzas e novamente renascia. E parece que estivemos fazendo e refazendo inúmeras vezes a mesma coisa, só que com uma vantagem que a Fênix nunca teve. Nós sabemos a estupidez que acabamos de cometer”

Trecho do livro Fahrenheit 451 – Ray Bradbury

Após 8 anos de Raiadrogasil – com muito trabalho, paciência e persistência – ao lado do grande amigo e profissional Ricardo Almeida, chegamos no nosso ponto B. Não foi nada fácil e falhamos muito! Mas diferente da fênix, percebemos os erros rápido o suficiente para termos chances de corrigir #FailFast.

Cinco anos após formação do primeiro time Scrum, entre desentendimentos como “quem autorizou colar essas coisas na parede”, inúmeras discussões ágeis sobre os processos burocráticos, gerentes inertes e desenvolvedores que não enxergavam valor na forma que trabalhávamos com testes, criamos inúmeras palestras e workshops sobre scrum, integração contínua, testes automatizados, como entregar valor, ALM e outros. Com o tempo – e com o incômodo que gerávamos 🙂 – ganhamos um espaço isolado só nosso para por em prática tudo que gostaríamos. Nascia o Garage.

A partir daí vieram Lean Inceptions, automações de deploy com Circle-CI, Jenkins, testes automatizados, refatorações, pair programming, tudo isso com um ritmo sustentável de trabalho e, com períodos regulares, melhorávamos nossos processos.

Entregávamos valor sem fazer hora-extra e com qualidade! (Tá, deixamos de comer as pizzas patrocinadas pelo gerente pra ficarmos até mais tarde, mas foi melhor xD). Tínhamos feedback a curto prazo e nosso cliente passou a enxergar com outros olhos tudo aquilo que fazíamos. Como se diz:

Fazer o dobro do trabalho na metade do tempo

Jeff Sutherland

Foram tantos elogios que o próprio presidente da Raiadrogasil, Marcílio Pousada, veio nos visitar no Garage. Ao ver a sala lotada de post-its e uma longa explicação do nosso método de trabalho, decidiu então convidar os diretores para conhecer nosso espaço e os aconselhou a seguirem este caminho.

Os próximos passos a pedido do presidente foram: Contratação de uma consultoria ágil, criação de duas squads e formação da iniciativa RD Agile na organização!

Como diz John Kotter – professor da Harvard Business School – no livro Liderando Mudanças “Formar uma coalizão forte”.

Com isto alcançamos o ponto B. Celebremos curtas vitórias!

Ricardo e eu
Lean Inception com todos os envolvidos do e-commerce – na Garage

Agradeço a todos que trabalharam e acreditaram nessa evolução! Juliano Celestino, Luis Paulo Rodrigues, Diego Rocha Ramos, Henrique Smoco.

Em agosto de 2018, deixei este legado, realizado e orgulhoso com um trabalho bem feito para um próximo desafio. Fui contratado como Agile Coach para ajudar o banco Santander nos caminhos da agilidade, junto com a BRQ.